Loading...

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

UMA MUDANÇA MARAVILHOSA

Aquele dia parecia ser mais um dia.Aquele cego,quem sabe, não se preparou para mais um dia monótono,mais um dia de humilhação, pois ele já estava acostumado a isso?Talvez não tivesse família e ele dormia, então, naquela rua fétida e perigosa de Jericó.Era só mais um cego entre tantos outros.Para ele seria mais uma manhã, mais uma noite, e mais uma tarde.Ele estava enganado.Vejo-o pondo-se no mesmo lugar de sempre, esperando as mesmas esmolas de sempre, e escutando as zombarias de sempre.
Não, não seria a mesma coisa.Perto dali, em Jerusalém, Jesus estava sendo seguido por uma grande multidão.Particularmente eu não creio que ele passaria por ali ´por um mero acaso.Tenho certeza que o Mestre sabia que ali estaria um cego com uma grande vontade de mudar de vida.Sim, pois a cura de sua visão não seria só uma cura, mas traria uma mudança radical em sua vida.A cura era só o começo.
Uma multidão faz muito barulho.Bartimeu possuía uma "visão" bem treinada e percebeu a diferença. “Quem passa por aí”, perguntara ele.”É Jesus, Bartimeu, lhe responderam da multidão. “Opa, peraí”, pensou. “Aí já muda tudo.”Sim, ele estava certo nisso,era agora ou nunca.Ali estava a sua grande chance!Sim ,era isso que ele mais queria, embora jamais tivesse sabido de alguém ser curado da cegueira até Jesus aparecer e começar a fazer os seus milagres. “ah, então esse JESUS faz isso mesmo que eu tanto ouço falar?”, ele pensara tantas vezes.Agora ele estava passando por ali!Aquela era a sua chance! “Só há uma coisa a fazer, dizia ele.Assim fez.
Com todo o ar de seus pulmões ele gritava, clamava por Jesus.Ele não queria saber que o estavam censurando, queria era ser curado, sair daquele marasmo!Penso na adrenalina fervilhando.Ele não parava de gritar.Deve ter gritado alto, pois seus gritos incomodavam demais.O piedoso Mestre não ficou alheio àquilo. “Tragam-no aqui”, ele disse.Trouxeram-no.Só o fato daquele cego pedir ajuda a Jesus denotava duas coisas.Primeiro, que ele não se conformava com a situação.Segundo, que ele cria em Cristo.Lógico, ele percebeu que ali não estava um homem qualquer.Creio que Bartimeu tinha tanta certeza sobre isso que foi ao encontro de Cristo fazendo planos para a sua vida.
Imaginem ele chegando diante de Cristo, já esperando e muito mais a libertação, pois aquilo não foi só uma limitação física, mas também uma prisão! Ela refletia psicológica e emocionalmente.Aquela cegueira era como uma porta fechada que o impediam de “entrar” em um mundo de oportunidades;mas ela estava prestes a ser aberta.E foi. “Que queres que eu te faça?”, cego, perguntou o Mestre. “Quero ver, Senhor”, disse Bartimeu.
Ele agora estava curado! Agora ele tinha uma ideologia, sua vida não seria mais vazia.Cristo agora tornou-se sua filosofia de vida.
Bartimeu acabara de entrar em um mundo novo.Imaginem ele vendo tudo aquilo;ele, que estava acostumado a não ver nada, a viver nas trevas.Agora ele tinha uma gama de oportunidades para usufruir.Ele agora poderia trabalhar, viajar, estudar, e viver uma vida de um modo que jamais vivera.JESUS não passa em lugar em vão. Há sempre muitas mudanças.AMÉM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário