Loading...

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

JOSIEL SOARES, O PREGADOR DA PALAVRA UNGIDA

Ele fazia parte na congregação de Nova Descoberta, próximo a Casa Amarela. Músico, tocava bem violão e guitarra, tirando deles bons e afinados acordes. Sempre foi do tipo pensador, analisador, gostando de entender os pormenores das coisas. Cantava no juvenil dessa igreja, mas por um tempo, também, ele tocou no conjunto, deixando uma grande lacuna com a sua saída para o ministério.
Desde que começou a dar uma palavra nos cultos, ele chamou a atenção pela sabedoria e inteligência com que falava. Mesmo os irmãos mais antigos, que chamavam-no para dirigir cultos, se admiravam com o seu prepara intelectual, sua perspicácia para explicar as verdades bíblicas. Começou a ficar conhecido na área de Casa Amarela. “O menino prega muito bem”, diziam dele. E era verdade. Só que não era ele,mas Deus, na vida dele, de quem sorvia a sabedoria, pela leitura da Palavra, meditação e pesquisas na área de Hermenêutica e Exegese bíblicas. Gosta de explicar os termos bíblicos e falar citando tanto o contexto histórico, quanto o contexto cultural, para que a mensagem seja bem entendida pela igreja. Difícil o irmão que não gosta de ouvi-lo. Não fala fora do assunto, mas dentro, procurando ser coerente na explicação da Palavra de Deus. Todos achavam, com certeza, que ele logo chegaria a ser diácono ou presbítero, como Regotier Martins, que passou de auxiliar a presbítero. Quando Deus quer é assim. Não que esse seja o alvo da vida cristã, pois não é, nem ser do ministério nos faz ser um cristão melhor, nem maior, apenas há uma mudança de função. Ao contrário, ele tem que ser o "melhor" para estar ali, para que possa estar a altura do Reino de Deus. Nunca vi Deus chamar pessoas nas quais ele não trabalhasse o potencial delas, o talento latente na pessoa. Ele, que deu o talento, sabe como lapidá-lo. E como sabe.
Sem sombra de dúvida, Josiel Soares é um grande valente do batalhão que Deus pôs sob o encargo do pastor Aílton, isso não se pode negar. Porém, os três primeiros são Waldemir Farias, Gilberto Diniz e Hélio Ribeiro. Esses são, pelo que me parece, os primeiros desse batalhão, tendo, cada um deles, feito grandes "estragos" no Reino de Satanás. No caminho que ele, Josiel Soares, está, brevemente alcançará esse patamar, pois vem mostrando grande destreza nisso. Graças a Deus. Quando esteve no Botijão certa vez, ainda presbítero (ele agora é evangelista), pregou uma mensagem sobre Pedro. Conhecido como aquela figura impetuosa, que não pensava antes de falar, ridicularizado por trair a Jesus, ele mostrou o outro lado da questão: um Pedro sujeito a pecar, como qualquer mortal, não tão fadado ao ridículo como a maioria dos pregadores dizem. Há pregações que nunca saem de nossa mente. Essa pregação de Josiel Soares sobre Pedro é uma delas. Falou da cura que Cristo efetuara nele, perguntando três vezes se Cefas o amava, fazendo um contra-ponto com as três vezes que ele negou a Cristo diante de uma lareira. Nunca mais a esqueci, como não esqueci aquelas que pregaram Gilberto Diniz, Hélio Ribeiro e Waldemir Farias, referidos no texto “Três Valentes”, os quais me influenciaram muito. o pastor Josiel também.Sempre procurei imitar bons exemplos. Acho que eles nem imaginam o quanto influenciam a gente. Pelo fato de estarem ocupados em pregar, em mostrar certa atitude diante da igreja, não percebem que qualquer gesto deles pode servir como exemplo. Essa é uma das dificuldades porque passam os líderes, mostrar sabedoria e coerência no agir. E esses irmãos têm feito isso.
Dois amigos meus gostam bastante dele. E com razão. Deus tem dado a ele capacidade para exercer o Seu ministério. Os mesmos moram em Nova Descoberta, a igreja onde esse evangelista, aqui referido, fez parte (será que ainda faz?). Pernambuco está muito abençoado por Deus, tendo grandes homens que exercem o trabalho na igreja com louvor. Que Deus seja louvado.Que possamos ver esse servo de Deus trabalhando com afinco para Ele, que nunca esmoreça. E assim será, para glória do Mestre. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário