Loading...

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

ESSES FILMES EVANGÉLICOS

Tenho observado alguns filmes evangélicos que passam em alguns canais em nossa cidade, e sempre fico perturbado com o roteiro deles. Quase sempre passam longe do original, a adaptação passa distante de tudo isso.
Um dos que mais passa é a história de Davi. até aí tudo bem. O problema é como o rei de Israel é mostrado na película. Absurdo. Ao invés de mostrar aquele soldado corajoso, que matou um leão, que vencia o exército dos filisteus com a maior facilidade, tendo IAVÉ como o capitão dele, o que ele aparece é um maloqueiro com um pau na mão, mais para um moleque sem eira nem beira . Não parece o Davi que a Bíblia fala. Esse guerreiro tinha suas armaduras, era imponente, impressionava os capitães do exercito de Saul, era um homem por demais prudente. Era um grande guerreiro. O que aparece nos filmes vivia nas montanhas como um ladrão de meia tigela, pobre de marré de si. Não liderava um exercito de 400 homens, apenas alguns maloqueiros como ele. Da pena mesmo. Humilhante para o mais famoso rei de Israel. Fico com raiva disso, da ideia que esses roteiristas fazem dos grandes homens da Bíblia. 
O rei Saul não fica para trás (ou fica) nessa parte. A roupa pobre, a aparência de um bêbado eterno, a falta de beleza, pois o mesmo era bonito em extremo, o mais bem afeiçoado de Israel. Ele ali parece que está numa ressaca de uma semana, totalmente por fora do que diz o Livro Santo. Não gosto de assistir por isso, me causa raiva e revolta vendo tudo sendo mudado sem mais nem menos. E o seu exercito composto de homens sem classe, Abner um fraco, sem nenhuma qualidade de general do exercito. Não deviam maltratar desse jeito os personagens bíblicos.
E o que falar dessa série que é sucesso na América, "A Bíblia?" De cara eles dizem que é uma adaptação, bem se vê que não conhecem a Palavra de Deus. Transformaram a história de José numa novela global, com tudo que ela tem, sem tirar nem por. E teve até evangélicos dizendo que era uma boa história. Não leem mais a Bíblia?  Só a Graça de Deus. As mulheres dos irmãos de José mais pareciam as personagens das novelas com as  mais loucas intrigas.Que coisa. Numa das cenas dessa série, Dinah desobedecendo ao pai, o que era impensável para a época, vai com a família para um festival na cidade, coisa que Jacó jamais faria, ele não se juntava com aquele povo pagão. Ela só chegou no outro dia, parecendo mais aquelas garotas vestida como uma debutante, de vestido branco, como  uma drogada. Isso não aconteceu de modo nenhum.
Assisti uma vez a história de Elizeu e a sunamita. Não sei se eu ria ou chorava por isso, pois a sunamita, mostrada na Bíblia como uma mulher rica, mas parecia uma esmolél,pois  morando num barraco qualquer, sem ter nem o que comer direito. Digo isso por causa do que a Bíblia diz dela. Mas nos filmes evangélicos que passam na TV é assim. Dá pena. Elizeu parecia ter mais dinheiro que a mulher rica, pois parecia não ter nem para  ela direito. Nossa.
Mas nenhum foi mais ridículo do que Salomão, que deve ter se mexido no túmulo. A escadaria do palácio, que mais parecia uma casa de barro, estava toda esburacada, feia que dava dó. O trono, que a bíblia descreve ser tão suntuoso, coberto de ouro fino e marfim, com dois leões de cada lado dele, e uma luxuosa escadaria, mas parecia uma cadeira velha do Século 14. Que Salomão pobre esse! Deus me livre. O palácio de Salomão era de uma suntuosidade de impressionar o próprio palácio de Versalhes, na França. tive pena de Salomão.Pobre, pobre. Se o palácio desse rei fosse da jeito que o filme mostra, a Rainha de Sabá teria pena dele, ao invés de ficar espantada com a beleza sem igual.
E os desenhos animados? Nossa. Os judeus todos têm o nariz grande, são bem pobres, e raramente são bonitos. E quase em todos os desenhos o roteiro não é como diz a Bíblia. Chatice. As parábolas são todas confundidas como uma só história, e um só personagem. Totalmente por fora.
São os filmes que passam na TV. O bom é que divulgam a Palavra, mas por outro lado, passam a mensagem distorcida. Infelizmente. 
Seria bom que eles fizessem os filmes com base na Bíblia, mas os fizessem de modo digno e como ela fala, e não do jeito que eles acham que é. Seria  bom se alguma emissora realmente fizesse algo que fosse dentro da Bíblia, mas até agora não fizeram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário