Loading...

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

ISAÍAS 40: CONSOLO EFICAZ

"Consolai, consolai o meu povo, diz o vosso Deus". Isaías 40.1

Esses versículos acima começam a segunda parte do livro desse profeta, cheios de consolação para o povo de Deus sofrido, depois de ter passado pelo cativeiro dos setenta anos, depois de ser julgado por Deus, ele agora é consolado, e Jerusalém deve anunciar isso a todos.
Esse capítulo é um dos mais lindo de Isaías e  chama muito minha atenção. Uma das coisas é sobre a grandeza de Deus, que se for comparar com o homem, é infinitamente pequeno diante da grandeza do universo. Se o universo é tão grande e faz com que nos espantemos, imagine Deus, que criou o universo.
Outra coisa que fala esse capítulo é sobre a redondeza da terra, pregada por Copérnico e Galileu e proibida a divulgação pela Igreja Católica; isso milhares de anos antes já se sabia que ela era redonda! Mas muitos sábios não acreditam nela, embora ela comprove sempre que tem razão.Infelizmente eles são cegos.
Ele também faz alusão a Cristo, quando diz no verso 11 que fala que ele vai apascentar e consolar todos, profecia que foi cumprida magistralmente por ele em seu ministério terreno.
Embora se diga que essas profecias, a partir de Isaías 40, não são do mesmo profeta, por causa da diferença de estilo, é o mesmo homem em épocas diferentes, e isso é atestado por Mateus quando se refere à profecia sobre joão Batista, sobre o Espírito Santo, nos capítulos a partir  do número 60, onde é anunciado sobre as sete qualidades do Consolador e a restauração de Jerusalém, os juízos sobre várias nações. É o mesmo Isaías, embora os críticos não acreditem, os teólogos neo-liberais, que nem parecem teólogos, de tão descrentes que são.
O capítulo  40 de Isaías deve ser lido para que se lembrem de que Deus é o Consolador de seu povo, que chega o tempo que ele vai fazer o que prometeu.
As boas novas chegarão e serão por todos conhecidas, os consolos de IAVÉ é a certeza que tem o seu povo.
A linguagem poética que o profeta usa é uma das mais lindas, as figuras e metáforas, a poesia hebraica, o estilo semita, pois Israel descende de Sem, através de Sete, Mostrado em Lc  3.36-38. Que lindo estilo. Que lindas profecias!
E os últimos versos do capítulo em voga? Que promessas lindas e firmes! "O jovens se cansarão, mas não os que esperam no Senhor, que serão sempre renovados". 
Essa comparação de Isaías é uma das imagens mais fortes, sempre nos lembramos dela;e a eloquência e beleza dela faz nossa mente descansar bem. Lembrar disso sempre é proveitoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário