Loading...

sábado, 4 de janeiro de 2014

DEUS NÃO MENTE

O livro de Hebreus é um livro singular, de modo que chama a atenção de quem o lê; primeiro, por nem todos entenderem ele; segundo, por sertão pouco falado.
sobre sua autoria, alguns dizem que Paulo escreveu, outros, Lucas, Felipe, ou Apolo.A verdade é que não se sabe ao certo quem o escreveu. 
No capítulo 6 é falado sobre imaturidade dos hebreus em não entender sobre o que era o Evangelho. Eles queriam deixar Cristo para trás por causa da perseguição que estavam sofrendo por parte de seus compatriotas, espalhados por todo o Império Romano. A Lei ainda era muito prestigiada por aqueles que ainda estavam nos velhos rudimentos, querendo, como diz Paulo aos Gálatas, se justificar pela Lei; mas o mesmo apóstolo falou que "a Lei não justifica ninguém, mas o sangue de Cristo."
Então o escritor aos Hebreus diz que pela imutabilidade do conselho de Deus, e de seu juramento, é impossível que ele minta. 
Diz o escritor desse livro que eles estavam seguros debaixo dessa promessa e desse juramento, que confiassem que Deus iria cumprir o que falou, por que Cristo, o Sumo-sacerdote, melhor que os de que descendiam de Aarão, estava agora à direita de Deus, intercedendo por ele. No verso 9 desse capítulo ele fala que "espera coisas melhores" deles, ou seja, que prosseguissem até alcançar o descanso, e permanecer na presença de Deus para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário