Loading...

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

CULTO DE DOUTRINA OU FESTA?

Aquilo foi uma festa, não culto de doutrina. Sinceramente, poucas vezes vi o templo cheio daquele jeito em meados de janeiro. 
Todo o Templo Central estava tomado de cima a baixo, crentes de todas as idades. Bonito de se ver.Assim que cheguei vi logo uma fila enorme, os irmãos da área quarenta entrando; ocuparam o andar de cima, uma parte.
Desde a parte anterior, até a posterior, lotada, tanto, que naqueles bancos, que cabem geralmente, 5 , tinha 6 pessoas ou sete. E fora os que ficaram em pé. 
Tinha duas comissões, e uma delas, de Acampamento, liderada pela irmã Desuíte (nome interessante), uma das irmãs mais antigas na igreja, que dirigiu mocidades, uma delas na área de Nova Descoberta.
Quem louvou, duas vezes, foi o quarteto Gênesis, e uma das músicas foi Muito Além do Sol, de um compositor adventista. Bem, ficou bom...Como cheguei tarde, não vi quem cantou antes.
Findo a cantoria, veio a Palavra. E que palavra! Foi em Efésios capitulo 6, sobre  guerra espiritual que todo crente passa. Depois de ter a vida espirital organizada, ter feito a vontade de Deus, ficar firme. 
Esse livro sempre impressionou a mim, pela grandeza dos ensinamentos de Paulo naquela cidade tão pesada espiritualmente falando, onde havia um trono da deusa Diana. A batalha espiritual era grande mesmo. Daí o conselho de Paulo. Jesus também se referiu a ela em uma de suas cartas às igrejas da Ásia.
O tema foi "A Existência do Mal", baseado nesse livro citado. Como disse,esse assunto foi e é ainda muito comentado nas igrejas. Uma coisa bastante profunda.
Os versículos foram estes: 2 Co 11.4; Jo 8.44; Rm 12.2; 2 Tm 2.26; 2 Co 11. 2-4; Mt 20.41,2 Co 10.12; Jd v.24; Rm 8.19; 2 Co 4.4; Ef  1.10; Cl 2.15, dentre outros. Um dos pontos altos da preleção do pastor Aílton foi ele dizer que a nossa luta  começou quando aceitamos Jesus, e termina quando morremos ou quando Cristo vier nos buscar.
O interessante disso tudo foi que o pastor Ailton disse que a batalha que Paulo fala, é chamada, no grego,  pali, e seguinifica luta corpo a corpo, uma batalha específica, pessoal, não é nada fácil mesmo. Ele usou a analogia dos lutadores de Sumô, das lutas gregas e romanas, pois essas lutas são antigas, eram praticadas nos povos antigos, como os sumérios e egípcios. Foi maravilhosa a palavra ensinada. Amei. Todos amaram.
Na próxima semana será falada a hierarquia espiritual, as castas de demônios, os principados e potestades, e outros tipos, que, embora não estejam tão claros nas profecias bíblicas, no entanto fica subtendido que existe determinados tipos de anjos e demônios, doutrina essa estudada pela Angelologia, doutrina dos anjos.
Achei interessante o pastor ter recomendado o livro de Frank E. Pereti Este mundo Tenebroso, onde ele fala com tantos detalhes a guerra travada entre os anjos de Deus e os do diabo. Se o pastor recomendou... Todos agora vão comprar. pode ser que seja até publicado pela Bereia, não acham?

Nenhum comentário:

Postar um comentário