Loading...

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A PROFUNDIDADE DE ROMANOS 10

Lindo, o capítulo 10 de Romanos!Nele, Paulo se refere a israel e explica muitas coisas sobre a chamada deles. Por querer estabelecer a própria justiça deles, eles rejeitaram a justiça de Deus. O fim da lei é Cristo. Ele é a justiça de Deus.
É verdade que havia um zelo neles, como o apóstolo diz, mas era um zelo sem entendimento, ou seja, mal dirigido, como afirma Paulo. Ele mesmo foi uma prova desse zelo, pois era fariseu, fanático, matador de cristãos, mas era mal dirigido.
Todo aquele que clamar por Jesus, afirma o apóstolo,baseado em Joel 2, será salvo, pois não é a justiça da lei que salva, mas sim, a que é da fé. A lei a nenhuma carne justificou, mas a justiça da fé, sim, ela justifica o homem, como está afirmado no capítulo 4, sobre Abraão, que pela fé foi justificado, antes mesmo da promulgação da lei.
É lindo como Paulo deixa claro o plano de Deus, explicando os pormenores disso. Foi feito ciúmes aos judeus em relação aos gentios,por Deus, afim de que isso servisse como testemunho contra o povo santo, pois havia rejeitado a chamada de Deus, e foram em busca de sua própria justiça,mas  que era impossível  haver uma realização genuína. Só a fé salva, e não os rituais da lei, que o escritor aos Hebreus bem explica no capítulo sete. Há uma aliança superior, na qual todos são justificados, sem os rituais da lei, sem o sacerdócio levítico, que, envelhecido, não pôde justificar ninguém. Havendo mudança da lei, houve também do sacerdócio. Esse sacerdócio é eterno, segundo a ordem de Melquisedeque, prescrito no Salmo 110. Jesus Cristo é o cumprimento dessa profecia, pois ele não tem principio e não terá fim. "Jurou o Senhor e não se arrependerá: tu és sacerdote eterno, segundo a ordem de Melquisedeque" (Sl 110). É lindo isso. Fico pasmo toda vez que leio essa passagem. Profundidade. Em Colossenses 3, há também referência sobre essas coisas; o mesmo Paulo continua sendo enfático. "Nada disso", diz ele. Cristo é o cumprimento do toda a lei. E que cumprimento!
Continua Saulo afirmando que Deus quis que o povo hebreu fosse unido com os gentios, em Isaias 65. De fato, isso foi prometido em Gênesis, a Abraão, quando Deus afirma que nele, Abraão, "seriam benditas todas as famílias da terra". Em Gálatas 3, Paulo mostra que isso é o evangelho sendo pregado, como foi. Já havia previsto a união dos gentios com os judeus, formando a igreja. Romanos é um livro para ser examinado e lido sempre, pois sua riqueza é incomparável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário