Loading...

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

OS GRANDES EM JEREMIAS

No livro de Jeremias, capítulo cinco, há uma passagem muito conhecida e falada por todos os que vão fazer um comentário sobre ele. E sempre no versículo 5, onde Jeremias, decepcionado pela desobediência dos pobres, diz que vai aos grandes, pois eles, que tinham tempo de sobra para ler a lei, obedeciam a Deus. Que decepção!
Os grandes eram os piores. Tanto quanto os pobres, eles estavam desobedecendo a Deus de modo muito grande. As suas riquezas eram mais uma forma dos mesmos serem pecadores, usando elas para adorar a falsos deuses, para orgias, e tudo que Deus não se agradava.
Mas os irmãos isolam este termo dizendo que Deus vai aos grandes para dar vitória a seus servos. É verdade que Iavé fala com os grandes da terra, e de acordo com sua vontade, faz com que eles ajam de modo que devam agir, para seus propósitos serem cumpridos.
Mas, no texto, quem diz que vai aos grandes é Jeremias, e não Deus. O profeta vai aos grandes afim de que eles estejam cumprindo o mandamento de Deus, mas são os piores que havia. Esses eram os líderes do povo, que ao invés de dar exemplo, faziam pior que os liderados.
Ezequiel, em seus primeiros capítulos, fala sobre o julgamento de Jerusalem, e, numa visão, vê um anjo marcando com um sinal a testa daqueles justos na cidade. Mas os sacerdotes, os príncipes, governadores, não obedeciam.
Isolando o texto, parece que Deus está dando a ordem. Seria bom se os irmãos, quando fossem falar desse capítulo, explicasse esse contexto, para que a mensagem fique bem clara, objetiva.
Mas todas as vezes que se fala nessa parte, a mensagem gira em torno da bênção; é um contraste com a mensagem do capítulo, que é de juízo. Babilônia iria dominar o povo judeu, e levá-los para o cativeiro. Essa é a verdadeira mensagem desse capítulo.
Aquele período foi o mais podre de Judá, depois da morte do bom rei Josias.  A nação estava em pedaços moral e espiritualmente. Falemos a mensagem como ela é.


Nenhum comentário:

Postar um comentário