Loading...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

PASTOR AILTON OU PASTOR SAMUEL?

Quem quiser se aconselhar com o pastor Ailton é preciso ter muita paciência, pois no mínimo, demorará um mês, isso para ser otimista. Todo mundo quer falar com o pastor Ailton, se aconselhar com ele, beber da fonte que o mantém.

Apesar das grandes ocupações do líder da igreja de Pernambuco, que é terrivelmente grande – só na Região Metropolitana são mais de cem mil membros –,e por isso mesmo, tão difícil de administrar. Reunir-se com o ministério, visitar enfermos, ver como está a igreja financeiramente, os problemas de muitos membros, os mais diversos possíveis, dificuldades as mais inimagináveis para que não está por dentro de tudo que acontece. O Ministério Público, que sempre está monitorando a igreja por causa das denuncias que recebe, os projetos sociais,construção de templos, pagamentos de pastores e evangelistas... Não é fácil a vida de um pastor. Sem contar a batalha espiritual que o mesmo enfrenta, pois a obra de Deus enfrenta o reino das Trevas, que, como o nome já diz, denota organização, sistematização. Não há tempo para nada. Nada mesmo.

Mas a igreja não quer saber disso, quer ter o prazer de se aconselhar com ele, principalmente as irmãs, que são as que mais admiram-no. Até parece que só o pastor Ailton. Não. O pastor Samuel também está em seu gabinete de 8:00h às 11:00h para receber quem quer que seja. O pastor presidente tem centenas esperando ele. O pastor Samuel, não. Infelizmente, pois o mesmo tem a mesma capacidade que o primeiro, pois ambos foram chamados por Deus, capacitados por Ele. A unção está nos dois. Não escolho com quem eu devo aconselhar-me. Tanto faz um ou outro. Se bem que o pastor presidente tem menos tempo que o pastor Samuel. Veja aí o carinho dos irmãos. Acostumaram-se a isso. Até há pouco tempo, quando ele ainda estava dando seus primeiros passos como presidente de nossa denominação, não havia tanta vontade em conhecê-lo.

Isso poderia ser mudado, se nas congregações do subúrbio tivesse um dia no qual o evangelista ou pastor, demarcaria um dia para aconselhar os irmãos, casais, problemas os mais diversos da igreja. Pastor é para isso mesmo, para estar perto da igreja, conhecer bem as ovelhas, cuidar delas. Alguns agem como se tivesse medo do rebanho. Quase não vêm à congregação que não é pólo ou mais importante. Não pode ser assim. Para que o pastor Ailton não fique sufocado, faria que os evangelistas aconselhassem nos subúrbios, com fez Moisés no deserto. Há pessoas que só vão falar com ele no ano que vem, depois de vários meses de espera. Haja paciência.











Nenhum comentário:

Postar um comentário