Loading...

segunda-feira, 9 de março de 2009

POR DENTRO DO QUE DEUS QUER


Cada vez que estou diante de um problema, vejo o quanto estou calejado de tantas provas.Parece que nada me assusta mais, como escreveu o salmista no salmo125:" elevo os meus olhos para os montes: de onde vira meu socorro?..." É assim que me sinto agora.Claro que a tristeza não deixa de vir, querendo um lugar no meu coração. Não deixo, pois ela em nada me faz crescer nem melhora minha fé. Lembra-me um outro salmo onde Davi expressa algo que me espantou quando li: "Angústias do inferno se apoderaram de mim (Sl 18,5) ." Veja que nem homems de Deus da estirpe do salmista ficou livre dela. Acontece mesmo isso. Somente Deus traz a esperança e nos dá a certeza de uma vitória.Espero que ela seja completa; eu sei que virá, mas esperar é muito cansativo. Embora Deus seja Fiel em suas promessas, o desespero quer tomar conta de mim. Lembro do salmo 70: "Apressa-te ó Deus em me ajudar!" Nem sempre se pode ficar no salmo 40: "Esperei com paciência no Senhor..." Mas é preciso mesmo. Teve dia que expressei o salmo 22: "Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste!" É quando o irracional quer dominar meu ser. Tenho que fazer um esforço e pedir ajuda a Deus, que sempre nos ouve. Mas lembro também do salmo 121 "Alegrei-me quando me disseram: ´vamos à casa do Senhor; lá encontro abrigo. Lembro dos sofrimentos de Paulo descritos no capítulo 11 de 2´Corintios...Um homem de Deus que sofreu o que nenhum de nós sofreu ainda pelo evangelho. Quanto mais eu!! Entao me dou conta que, para ser vitorioso no sofrimento tenho que ser do jeito que fala o salmo primeiro :" Bem-aventurado o homem que não anda nos conselhos dos ímpios..." Preciso me esforçar, e não fazer feito Elias, pedir a morte. Preciso ser forte e enfrentar isso tudo. De que outra maneira agir? Esse é o caminho que todos que querem vencer fazem e tomam. Entao dou-me conta que tenho tudo na mão, que Deus é mesmo meu baluarte. Amem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário